Ensino Fundamental I - 1º ao 5º ano

No Ensino Fundamental Anos Iniciais, os alunos começam a relacionar as informações trazidas das séries anteriores. Aprendem a valorizar o conhecimento, pesquisar novas informações, construir conceitos e experimentar as teorias. É o período em que se inicia o desenvolvimento da autonomia e da responsabilidade.

A medida que a criança amplia a sua fluência oral e escrita da linguagem, as abordagens dos professores vão ajustando aos graus de complexidade da comunicação, do pensamento científico e dos conhecimentos, buscando apresentar contextos que instiguem o aprendizado. 

Fazem parte da rotina do estudante a organização do caderno, a utilização correta da agenda, as dinâmicas que disparam o conhecimento, o incentivo à leitura, o uso de diferentes ferramentas e as lições de casa.

As lições de casa cumprem um importante papel no aprendizado, pois criam no aluno o hábito pelo estudo, onde o mesmo aprende a lidar com o compromisso e o saber, sem a presença dos professores.

A literatura é inserida em planejamentos específicos e também em rodas literárias, que procuram despertar o prazer de ler, além de promover o reconhecimento das propriedades e das singularidades dos diversos gêneros literários.

A avaliação tem um caráter qualitativo e quantitativo. Atividades de sondagem em sala de aula, com a finalidade de nortear o planejamento e acompanhar individualmente o progresso do aluno, acontecem regularmente com uma função diagnóstica. A avaliação atitudinal é vivenciada pelo aluno como um momento de reflexão sobre suas atitudes, mediado pelo professor, e tem como instrumento avaliativo o termômetro do comportamento e o registro do professor. A verificação da aprendizagem por escrito se dá por meio das avaliações integradas (por área) e das provas, e também tem um papel fundamental para o (re)planejamento e a atenção aos pontos de maior dificuldade. Os trabalhos de pesquisa visam desenvolver habilidades específicas descritas na BNCC e tem, de igual modo, um peso na avaliação.